Exposição de Rafael Sica na CAIXA Cultural Fortaleza lança catálogo e realiza debate sobre curadoria de HQs

O debate acontece no dia 9 de outubro, com a participação de Pedro PJ Brandão, do podcast HQ Sem Roteiro, e Weaver Lima, curador da exposição O Ordinário Rafael Sica”

“A Curadoria de exposições de Histórias em Quadrinhos” é tema de debate que a CAIXA Cultural Fortaleza promove no dia 9 de outubro, às 19 horas. A atividade acontece por ocasião do lançamento do catálogo da mostra “O Ordinário Rafael Sica”, que reúne trabalhos de um dos principais nomes da nova geração de história em quadrinhos do país, com visitação até o dia 4 de novembro. O debate contará com a participação de Pedro PJ Brandão, do podcast “HQ Sem Roteiro”, e Weaver Lima, curador da exposição. O acesso é gratuito.

Os debatedores vão discutir a entrada das Histórias em Quadrinhos em galerias e museus, que são espaços destinados mais comumente às artes visuais, e as particularidades da curadoria para essa linguagem de arte. Segundo Weaver, devido a fama de “arte menor”, as HQs demoraram a chegar às paredes das importantes instituições de arte do mundo. Na década de 1960, artistas da Pop Art levaram os quadrinhos para dentro do cenário das artes visuais, com Andy Warhol pintando famosos personagens de HQs e Roy Lichtenstein se apropriado do pontilhismo típico dos antigos meios de impressão das revistas em quadrinhos, e transformando-o em sua marca registrada. Porém, a intenção não era bem promover os quadrinhos como arte, mas criticar o que elas simbolizavam à época: o consumo vazio da cultura de massa.

“Só recentemente, já no Século XXI, vimos importantes nomes dos quadrinhos tendo seus trabalhos artísticos reconhecidos. Uma das mais emblemáticas mostras nesse sentido foi “R. Crumb: De l’underground à la Genèse”, no Museu de Arte Moderna de Paris, em 2012, reunindo mais de 700 desenhos e 200 revistas do maior nome dos quadrinhos underground americano. E no Brasil, viu-se abrir em espaços oficiais grandes exposições de artistas nacionais de HQ, como J. Carlos, Luiz Sá, Henfil, Ziraldo, Angeli, Laerte e Glauco”, comenta Weaver.

 Os debatedores

 Pedro PJ Brandão é mestrando em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará, graduado em Publicidade e Propaganda, pesquisa a intersecção entre HQs, fotografia, realidade e memória. É professor de roteiro na Oficina de Quadrinhos da UFC e Porto Iracema das Artes, é produtor e host do podcast HQ Sem Roteiro.

Weaver Lima é artista e curador independente. Foi curador do Seminário “Panorama Nona Arte” – Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, 2005; do I Festival Internacional de Ilustração de Fortaleza na 7° Bienal Internacional do Livro do Ceará, 2006; da “HQ-CE” exposição permanente para a Gibiteca de Fortaleza; e das seguintes exposições no Sobrado Dr. José Lourenço: “Monstra Comix”, 2009; “Desenhomatic LTDA” com os artistas JACA (SP) e Fabio Zimbres (RS), 2012; e “Seres Urbanos – Fanzines 90’s”, 2015. Pesquisou a obra do desenhista cearense Luiz Sá (1907-1979) para a exposição “Luiz Sá – 100 anos” – Centro Cultural Banco do Nordeste, 2007; fez pesquisa e produção da exposição “Mário Mendez – O Mestre da Caricatura” – Espaço Cultural Correios, 2008; produziu conteúdo para os cursos à distância da Fundação Demócrito Rocha: “Quadrinhos Alternativos” e “A Arte dos Quadrinhos”, que integram o projeto HQ Ceará, vencedor do prêmio nacional HQ Mix (2017).

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Fortaleza oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania.

O espaço, situado em um prédio histórico na Praia de Iracema, conta com um cine-teatro com 181 lugares, três amplas galerias de arte, sala de ensaios, salas para oficinas de arte-educação, foyer, café cultural e livraria, além de um agradável jardim e espaços para convivência e realização de eventos.

Serviço:

[Lançamento]: Catálogo da exposição “O Ordinário Rafael Sica”

+ Debate “A curadoria de exposições de Histórias em Quadrinhos”

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: Terça-Feira, 09 de outubro de 2018

Horário: 19h às 21h

Entrada Franca

[Exposição]: O Ordinário Rafael Sica

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Data: Até 04 de novembro de 2018

Horários: De terça a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h

Classificação indicativa: 14 Anos

Informações gerais | CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770

Atendimento à imprensa:

DÉGAGÉ

Sônia Lage e Eugênia Nogueira

Contatos:(85)3252-5401

98699-1783 (Oi) / 99989-5876 (TIM – Sônia)

degage@degage.com.br / www.degage.com.br

Twitter e Instagram: @degage_imprensa

f: degageassessoria

Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural Fortaleza (CE):

www.CAIXA.gov.br/imprensa | @imprensaCAIXA

Acesse o site www.caixacultural.gov,br

Siga a fanpagefacebook.com/CaixaCulturalFortaleza

Baixe o aplicativo “Caixa Cultural”