Festival Popular de Teatro de Fortaleza chega a sua 9ª edição

Esse ano, o evento irá contemplar comunidades indígenas

O Festival Popular de Teatro de Fortaleza (Feptef) chega a sua nona edição espalhando pelas ruas da cidade, entre os dias 20 e 25 de novembro, arte, alegria e pensamento crítico. Esse ano, mais maduro, o festival traz o tema “Cidade Diversa – Teatro que Conversa”, justamente por representar esse contado direto com o público. Ao todo foram 15 grupos selecionados, somando 30 apresentações, em praças, terminais de ônibus, comunidades indígenas e até em um bar. Tudo de forma totalmente gratuita.

O objetivo do evento é incentivar o acesso da população às artes cênicas, intensificar as produções teatrais e contribuir com a formação de artistas de rua. Idealizado pela Cia Prisma de Artes, com apoio da Lei do Mecenato Estadual e patrocínio da Enel.

“Ao longo desses anos vimos o quanto esse tipo de evento é inclusivo. Muitas pessoas não têm acesso ao teatro, por isso fazemos questão de organizar anualmente o festival para que possamos levar arte para quem não tem acesso, para aliviar a correria do dia a dia daqueles que transitam nas ruas apressados. Além de arte, o teatro também é um instrumento crítico. Dessa vez, vamos apresentar espetáculos para comunidades indígenas como Tapebas e Jenipapo Kanindé, cumprindo a nossa missão de levar o teatro onde o povo está”, declara Raimundo Moreira, idealizador e coordenador do evento.

A abertura do Festival será dia 20, e já começa às 7h da manhã, no Terminal do Papicu, com o grupo Junto e Misturado, que exibirá o espetáculo Desequilibradoz. Ao meio dia, o Terminal de Messejana recebe João Andirá, com Voares – Bonecos Contadores de Histórias. No mesmo horário, de forma simultânea, o Grupo Imbuaça, de Aracaju/SE, com o espetáculo A peleja de Leandro na trilha do cordel, na praça do Ferreira. À tarde, a partir das 15h30, os espetáculos acontecerão no ícone das artes do Ceará – a praça do Teatro José de Alencar, com o grupo Pavilhão da Magnólia, com a peça Maquinista e a banda Dona Zefinha e Da Silva el hijo de las Américas. Ao longo dos demais dias, o evento será itinerante, para alcançar o maior número de pessoas.

Como o objetivo é também promover trocas, o Festival realizará um encontro com todos os grupos, no dia 22/11, às 09h às 13h, onde serão compartilhadas experiências e vivências que tornarão o IX Feptef ainda mais rico. Além dos grupos que se apresentarão no festival, estarão também as companhias que fizeram parte do Festival dos Inhamuns, que tem foco em circo, bonecos e artes de rua. Será um diálogo construtivo e necessário.

Serviço:

IX Festival Popular de Teatro de Fortaleza

Data: 20 a 25 de novembro

Local: Festival itinerante, em praças, terminais de ônibus e vários outros locais.