Teatro Itinerante apresenta novo espetáculo em Paracuru, Marco e Guaiúba

Com o patrocínio da Enel, a nova edição deste projeto de incentivo à leitura e formação de plateia estreia no dia 8 de novembro em Paracuru.
Após seis anos circulando com a encenação de dois belos contos da literatura, de Marina Colasanti e Luís Jardim, o projeto InConto Marcado – Teatro Itinerante, por meio do Edital Mecenas IX, estreia em novembro novo espetáculo em homenagem aos autores, poetas e cantadores do Nordeste. A montagem é uma livre adaptação do livro de Socorro Acioli “Plantou Palavra, Colheu Poesia” (2014. Editora Armazém da Cultura). A estreia será no dia 8 de novembro em Paracuru e depois segue para as cidades de Marco e Guaiúba, no interior cearense.

Socorro Acioli é uma das mais referendadas autoras brasileiras de literatura infantil e juvenil. Em 2013 foi vencedora do Prêmio Jabuti na categoria Infantil com o livro “Ela tem olhos de céu”. A obra “Plantou Palavra, Colheu Poesia” é, antes de tudo, uma singela homenagem aos poetas e cantadores do sertão. O livro aborda a seguinte questão: como a poesia pode frutificar em meio a todas as dificuldades da vida, da seca, da fome e da falta de intimidade com as palavras? A obra narra a trajetória de Francisco, um menino retirante que, em meio à procura de um lugar melhor para viver, vai para Assaré e tem sua vida modificada quando conhece Antônio, um agricultor poeta que na adaptação para o espetáculo foi personificado na imagem de Patativa do Assaré. A partir deste encontro o menino segue a busca do mistério das palavras e de como é que se faz “essa coisa tão linda”, a poesia.

“Sabemos que, de uma maneira geral, a poesia anda afastada das escolas e dos livros escolares, pretendemos então fazer um resgate da memória dos poetas nordestinos, mostrando uma nova abordagem do texto poético, assumindo nele a conversa e a coloquialidade, diminuindo assim a distância entre aluno e poema, professor e literatura, espectador e ator.”, explica Geovana Pires, diretora do espetáculo.

A nova montagem do InConto Marcado, além da obra de Socorro Acioli, traz um destaque para a literatura de Cordel por meio do livro “Miolo da Rapadura” (TUPYNANQUIM Editora), do renomado cordelista e maior defensor do gênero na atualidade, Klévisson Viana, que em 2015 conquistou o terceiro lugar do Prêmio Jabuti na categoria Adaptação, com a obra “O Guarani em cordel”. O novo espetáculo vem renovado também de elementos cênicos, figurinos, cenários, direção e elenco. Em cena, juntam-se a Daniele Yanes, atriz, produtora e idealizadora do projeto, dois novos integrantes, os atores Miguel Campelo e Gleilton Silva.

Direção

A direção, que no trabalho anterior tinha a assinatura de Daniele, é agora de Geovana Pires, atriz, diretora teatral, professora e coordenadora artística e pedagógica da Casa Poema (RJ), instituição fundada por ela e pela atriz e poeta Elisa Lucinda, referência de poesia falada no Brasil, que há 18 anos desenvolve uma linguagem teatral tendo a poesia como fio narrativo. Em 2007, fundaram a Companhia da Outra desenvolvendo a narrativa poética no palco. A dupla viaja pelo Brasil e por diversos países do mundo apresentando recitais, espetáculos e oficinas cuja ferramenta é a poesia.

Seis anos de circulação 

InConto Marcado – Teatro Itinerante é, por essência, um projeto de incentivo à leitura que vem circulando pelo Ceará desde 2011, já tendo realizado espetáculos e oficinas de teatro em 22 municípios do estado. A formação de plateia é um dos objetivos principais do projeto, que já alcançou em suas apresentações um público em torno de 25 mil alunos de ensino fundamental da rede pública. “Cerca de 95% jamais havia assistido a uma peça de teatro”, ressalta Daniele Yanes.

Além da peça, foram realizadas oficinas de teatro para mais de 1400 educadores, com o apoio institucional e logístico das secretarias municipais da Cultura e Educação de cada cidade. A nova temporada, deverá atingir cerca de 10 mil pessoas. “Seguimos com nosso objetivo de democratização do acesso à arte, literatura, leitura e a formação de plateia. E tudo isso só vem sendo possível porque contamos com o pleno interesse da Enel, nosso patrocinador, em manter essa bem-sucedida parceria, possibilitando a manutenção e circulação do nosso projeto, desde 2015”, destaca.

O InConto Marcado leva a poesia para dentro da escola como método e conteúdo, estimulo à leitura, como arte e informação, disseminando um gênero que foi afastado de sua origem popular, a cultura da oralidade, que já garantia o ensinamento da história entre os povos de todas as raças, antes mesmo da palavra escrita.

O projeto tem como público-alvo alunos de ensino fundamental da rede púbica, crianças de 5 a 12 anos de projetos sociais realizados por ONGs, professores da rede pública, grupos de teatro, gestores públicos de educação e cultura, familiares dos alunos e moradores dos arredores dos espaços onde são realizados os espetáculos.

SERVIÇO

InConto Marcado – Apresentação do espetáculo “Plantou Palavra, Colheu Poesia” (adaptação da obra de Socorro Acioli) e realização de oficina de teatro para professores da rede pública – Dias 7 (oficina) 8 e 9 (espetáculos) de novembro em Paracuru; dias 21 (oficina), 22 e 23 (espetáculos) de novembro em Marco; e dias 28 (oficina), 29 e 30 (espetáculos) em Guaiúba, Ceará. Acesso gratuito. Informações: (85) 99927.4067.

FICHA TÉCNICA

Idealização e Direção Geral: Daniele Yanes
Direção Cênica: Geovana Pires
Assistência de Direção: Miguel Campelo
Dramaturgia: baseada na obra de Socorro Acioli – “Plantou Palavra, Colheu Poesia”
Adaptação e Roteiro: Geovana Pires e Daniele Yanes
Elenco: Daniele Yanes, Gleilton Silva e Miguel Campelo
Direção Musical: Matu Miranda e Miguel Campelo
Direção de Arte: Rociania Barreto Cavalcante
Figurinos: Miguel Campelo

ASSESSORIA DE IMPRENSA: DÉGAGÉ

Jornalistas Resp: Sônia Lage e Eugênia Nogueira
degage@degage.com.br / www.degage.com.br
Tel: (85)3252-5401 / 99989-5876 / 99989-3913
Instagram: @degage_imprensa / f: degageassessoria