29º Cine Ceará anuncia os membros do júri das mostras competitivas

Os vencedores nas três mostras recebem o Troféu Mucuripe

Juri de Longa: Ricardo Acosta, María Paula Lorgia, Paulo Mendonça, Patricia Martin e Marco Muhletaler

O Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, fechou a lista dos nomes que vão compor o júri das três mostras competitivas da 29ª edição, que acontece de 30 de agosto a 06 de setembro em Fortaleza. As mostras são: Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem, Competitiva Brasileira de Curta-metragem e Olhar do Ceará.

Da competitiva de longa concorrem sete filmes inéditos no Brasil. Serão agraciados com o Troféu Mucuripe os vencedores nas categorias de Melhor Longa-metragem, Direção, Fotografia, Montagem, Roteiro, Som, Trilha Sonora Original, Direção de Arte, Ator e Atriz. O júri será composto por Paulo Mendonça (Brasil), Patricia Martin (Argentina), Marco Muhletarler (Peru), María Paula Lorgia (Colômbia) e Ricardo Acosta (Cuba).

Doze filmes de seis estados estão na Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e vão concorrer ao troféu Mucuripe nas categorias de Melhor Curta-metragem, Direção, Roteiro e Produção Cearense. A missão de escolher para quem vai cada prêmio será de Simone Mesquita (RJ), Jair Silva (SP), Danilo Carvalho (PI), Diego Cañizal (Espanha) e Suzana Costa (CE).

A Mostra Olhar do Ceará, que este ano tem o diferencial de contar também com longas-metragens, é composta por 20 produções cearenses, das quais, 17 são curtas. Com isso, tanto o melhor curta como o melhor longa vão ser premiados com o Troféu Mucuripe.  Estão no júri desta mostra Suyene Correia Santos (SE), Luana Sampaio (CE) e Isabela Cribari (PE).

O 29º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC), Secretaria Estadual da Cultura, e da Prefeitura de Fortaleza através da Secultfor. Conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, através da SP Combustíveis, M. Dias Branco, Café Santa Clara, Cagece, Indaiá e Cegás. Agradecimentos: Enel.  A realização é da Associação Cultural Cine Ceará, Bucanero Filmes e da Secretaria Especial da Cultura – Governo Federal.

QUEM É QUEM NO JURI DAS MOSTRAS

JURI DE LONGAS

Maria Paula Lorgia (COLÔMBIA) -Mestra em Estudos e Artes Mediais e especializada em Estudos de Cinema Documental na Universidade The New School em Nova York. É realizadora e produtora audiovisual, com ampla experiência em pesquisa, curadoria e programação de cinema. Participou como júri em diversos festivais na América Latina e Europa. É assessora de programação da Cineteca Distrital de Bogotá, na Colômbia.

Ricardo Acosta (CUBA) -Editor chefe, consultor de roteiro e consultor criativo, trabalha há mais de 25 anos na indústria cinematográfica. Estudou cinema e trabalhou no Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográficos de Havana. Residindo no Canadá desde 1993, já recebeu o Emmy e os prêmios Genie e Gemini da Academia Canadense de Cinema e TV. Montou filmes premiados de diretores como Naomi Klein, Mark Grieco e Angad Bhalla.

Marco Muhletarler (PERU) – Formado em Ciências e Artes da Comunicação na Pontifícia Universidade Católica do Peru, é Mestre em Gestão Cultural pela Universidade de Barcelona – Espanha. É diretor de teatro e atualmente dirige o Festival de Cinema de Lima e o Centro Cultural da Universidade Católica do Peru.

Patricia Martín (ARGENTINA) – Graduada em Ciência Política, com especialização em Relações Internacionais pela Sophia University de Tokio. É especialista em gestão de conteúdo, tem experiência em curadoria de projetos de transferência artística e cultural, além de produção de mostras e festivais de cinema e distribuição internacional de conteúdo audiovisual. É sócia da empresa Habanero Film Sales, distribuidora sediada no Brasil que atua como agente de vendas internacionais de cinema latino-americano e caribenho para o mercado mundial.

Paulo Mendonça (BRASIL) – Roteirista, produtor e diretor de cinema, teatrólogo e compositor. É administrador de empresas com especialização em informática e longa experiência no mercado financeiro e de capitais. Dirigiu o Canal Brasil de 2004 a 2018. Em duas ocasiões distintas foi membro do Conselho Superior de Cinema, assim como por dois mandatos consecutivos membro do Comitê Gestor do FSA – Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE – Agência Nacional de Cinema e membro do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta.

JURI DE CURTAS

Jair Silva (SP / BRASIL) – Formado em publicidade na UNAMA em Belém do Pará, estudou cinema na Escola Darcy Ribeiro (RJ). Começou no mercado de distribuição na Imovision como assistente de programação e entrou na Vitrine Filmes em 2013, como gerente de programação. Trabalhou a programação Vitrine/Esfera durante a parceria das duas distribuidoras em 2014. Desde 2016 é gerente da área de cinema na O2 PLAY.

Simone Mesquita (RJ / BRASIL) – Doutora em artes visuais, mestra pela Escola Internacional de Cine e TV de Santo Antônio de Los Baños, em Cuba e arqueóloga. Trabalhou em 2013 como consultora do programa “Bom Dia Arqueologia”. Com 13 episódios esta foi a primeira série sobre o assunto realizada no Brasil. Dirigiu o curta “Delírio” (2015) e os longas “Cuba entre Sol e Luz” (2018) e “Dias na Antártica” (2019). Atualmente realiza a segunda temporada da série “Bom Dia Arqueologia”.

Daniel Cañizal (ESPANHA) – Roteirista e analista de roteiros residente em Bogotá – Colômbia. É licenciado em Ciência da Informação, diplomado em roteiro pela ECAM e formado em Produção pela Escola Internacional de Cine e TV (EICTV) de Santo Antônio de Los Baños, em Cuba. Roteirizou o filme colombiano ‘’A Pedra’’, que teve estreia mundial no Festival de Cinema Ibero-americano de Huelva, na Espanha. O longa foi premiado no Festival de Bogotá Audiovisual Market 2018 como melhor filme de ficção e no Festival de Brasília com o prêmio do público. Já analisou mais de 1000 roteiros nos últimos 10 anos.

Danilo Carvalho (PI / BRASIL) – Realizador, técnico de som direto, desenhista de som, professor, músico e artista visual. Cursou música na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Tem sido responsável pela captação de som direto em diversos filmes de longa e curta-metragem, documentários brasileiros e de diversos países. Entre eles, “Praia do Futuro”, de Karim Aïnouz, “Tatuagem”, de Hilton Lacerda, “Che, Memórias de um ano secreto”, de Margarita Hernández, “Os últimos cangaceiros”, de Wolney Oliveira, e “AGT”, de Marcelo Rosembaum. Foi várias vezes premiado com o seu curta “Supermemórias” (2010), que dirigiu e fez o desenho de som.

Suzana Costa (CE / BRASIL) – Socióloga, especialista em História da Cultura, é restauradora de obras raras em papel e empreendedora cultural na área do audiovisual. Diretora de projetos da empresa Baião de Dois Filmes, produtora com 15 anos de atuação no mercado audiovisual cearense. Desenvolve, desde 2015, os projetos de conteúdo da Baião de Dois Filmes. É presidente da Câmara Setorial do Audiovisual do Ceará (CSA), da Agência de Desenvolvimento do Ceará.

JURI OLHAR DO CEARÁ

Suyene Correia Santos (SE / BRASIL) – Jornalista e crítica de cinema, Mestre em Comunicação pela UFS e especialista em Jornalismo Cultural pela Universidade Tiradentes (UNIT). Foi professora substituta do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Sergipe (UFS), repórter do Caderno de Variedades do Jornal da Cidade (SE) e criou o blog Bangalô Cult. Membro da ABRACCINE, foi jurada em festivais como Festival Ibero-americano de Cinema de Sergipe, 36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e 45º Festival de Cinema de Gramado (2017). Tem críticas publicadas nas coletâneas “100 Melhores Filmes Brasileiros” (2016), “Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais” (2017) e “Animação Brasileira- 100 Filmes Essenciais” (2018). Apresenta o programa de rádio Bangalô Cult na Jubileu FM 105, 9 MHZ e ministra oficinas e cursos livres na área de cinema.

Luana Sampaio (CE / BRASIL) – Cineasta formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), possui especialização curta em Creative Arts pela Deakin University e é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação pela UFC. Tem experiência em realização audiovisual em filmes de curta-metragem e peças publicitárias, nos quais atua especialmente nas funções de direção, produção e edição. É membro da Golden Key International Honour Society.

Isabela Cribari (PE / BRASIL) – Há mais de 20 anos trabalha com a imagem e a palavra, com o cinema, a fotografia e a psicanálise. Nesse percurso, produziu mais de 100 filmes, assinou direções e roteiros que ganharam vários prêmios nacionais e internacionais, e participou de exposições de fotografias. Lecionou na Escola de Realização Audiovisual do Dragão do Mar, de onde foi também foi consultora. Já produziu muitos filmes para televisão (TV Cultura, Discovery, CNN, TV Escola) e foi também Diretora de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco (2003 a 2011).

SERVIÇO:

29° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema – De 30 de agosto a 06 de setembro de 2019 em Fortaleza. Informações:www.cineceara.com. E-mail: contatos@cineceara.com. Tel: (85)3055-3465 e 99134-1101. Instagram: @cineceara. Facebook: FestivalCineCeara. Toda a programação tem acesso gratuito.