4 filmes para se inspirar durante o período de distanciamento social

Especialistas do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE se uniram para selecionar filmes voltados para carreira profissional e disponíveis em streaming 

Em tempos de Covid-19 e distanciamento social, os especialistas do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE reuniram filmes que contam histórias inspiradoras. Todos retratam fatos reais e cada história mostra como algumas personalidades mundo afora encararam momentos adversos. A melhor parte: todos estão disponíveis em streaming!

Um homem entre gigantes (2015)

O filme conta a história do Dr Bennet Omalu, patologista forense e neuropatologista de origem nigeriana responsável pela descoberta de um trauma cerebral em jogadores profissionais de futebol americano. O médico chegou a ser desacreditado pela NFL (Liga Nacional de Futebol Americano), entretanto, a sua pesquisa mudou a maneira que o esporte é praticado e criou regras para preservar a saúde dos jogadores. 

O menino que descobriu o vento (2019)

A obra retrata a história de William Kamkwamba, garoto autodidata que diante de uma das maiores secas do Malawi descobre uma maneira de criar energia eólica para irrigar a plantação de sua família e de toda a comunidade ao seu redor. 

A Grande Aposta (2016)

A crise financeira de 2008 é o pano de fundo do filme, que narra a história de investidores de pequeno e médio porte.  Eles previram a bolha econômica imobiliária dos EUA, identificaram a falta de regulamentação do mercado financeiro e apostaram contra a economia – que, até então, era considerada uma das mais fortes do mundo. 

Sully: O Herói do Rio Hudson (2016)

Com direção de Clint Eastwood, o longa narra a história do piloto Chesley “Sully” Sullenberger, responsável por pousar um avião com 155 passageiros no Rio Hudson (NY) após pássaros atingirem as duas turbinas. O tema ganhou manchetes ao redor do mundo, entretanto, o filme se concentra em descrever os bastidores da investigação conduzida pela agência reguladora de aviação dos Estados Unidos, que questionava se aquela era a melhor alternativa de pouso.