7 dicas para manter a higiene do escritório após a quarentena

Estratégias ajudam a simplificar a limpeza e proteger o ambiente de microrganismos – Foto: Divulgação

A retomada da economia e o retorno aos escritórios após a quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus vem acontecendo em diversas cidades brasileiras. Porém, esse retorno vem acompanhado de uma preocupação com higiene e limpeza dos ambientes comunitários dos escritórios.

Estudos afirmam que é necessário se ter uma série de cuidados para evitar novos picos de contágio do novo coronavírus. A especialista Christina Campos, coordenadora química da Brilux, explica que é necessário utilizar de forma correta os produtos que são eficientes contra o microrganismo, como o álcool 70º e a água sanitária, além da higienização frequente das mãos.

Para colaborar com a saúde de colaboradores e clientes e contribuir para uma retomada saudável das atividades, confira sete dicas para manter os escritórios limpos, desinfetados e organizados.

1 – Limpeza diária do piso

As partículas do novo coronavírus, como explica a Fundação Oswaldo Cruz Brasília, podem permanecem por horas e até dias sobre uma superfície, a depender das suas características. Os sapatos e o chão podem ser um grande veículo do vírus, por isso é importante manter a limpeza do piso nos locais de trabalho diariamente.

A higienização diária, além de diminuir o risco de contaminações virais, ajuda a combater outros microrganismos, como bactérias e ácaros. “Para a sanitização contra o coronavírus, é recomendado aplicar uma solução de água sanitária com 2 a 2,5% de cloro ativo diluída em água. Para pisos e limpezas pesadas, o correto é misturar 50 ml (um copinho de café) para cada litro de água”, orienta a especialista Christina.

2 – Desinfecção de portas, maçanetas e interruptores

Áreas que são constantemente tocadas, como maçanetas, interruptores e portas, se tornaram um perigo quando falamos do novo coronavírus. Nestes casos, a solução de 25 ml de água sanitária (meio copinho de café) em um litro de água pode ser utilizada para a higienização, orienta a química da Brilux. A depender da movimentação e fluxo dentro do escritório, essa limpeza deve ser realizada constantemente, pelo menos 3 vezes ao dia.

3 – Higienização de mesas e cadeiras

Muito utilizadas pelos funcionários, a higienização de mesas e cadeiras também é um passo importante. Além de microrganismos, podem acumular outras sujeiras e atrair insetos. Para a higienização ideal, é necessário observar qual é o tipo da superfície. Em superfícies metálicas, o uso da água sanitária deve ser evitado. Água e sabão, detergentes, desinfetantes e produtos multiuso são boas opções para uso geral. Para cadeiras com forro de tecido, a dica é esterilizar com álcool líquido 70º para secagem rápida.

4 – Cuidados com equipamentos eletrônicos

Em qualquer segmento, todo escritório faz uso de eletroeletrônicos, sejam computadores, telefones ou cafeteiras. Nestes casos, também é preciso um cuidado especial e evitar o compartilhamento de itens de uso pessoal. No caso de computadores, tablets e smartphones, orienta-se passar um pano limpo ou papel toalha umedecido em álcool isopropílico, que apresenta menos risco de oxidar as peças eletrônicas.

Entretanto, este tipo de álcool provoca maior secura da pele, é mais tóxico e tem menor atividade contra o vírus, orienta o Conselho Federal de Química. Já aparelhos como refrigeradores e cafeteiras, podem ser higienizados com álcool líquido 70º sempre que possível. É importante estar atento em higienizar as mãos com álcool em gel ou água e sabão antes do uso.

5 – Sanitização de lavabos e banheiros

Com banheiros e lavabos, que costumam ser de uso comum dos funcionários, também é preciso ter atenção redobrada. Além da limpeza deste ambiente com água e sabão, a desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70º também é recomendada para diminuir riscos de contaminação através de superfícies como torneiras e tampa do vaso sanitário. Não esqueça de substituir as toalhas de pano por toalhas de papel descartáveis.

6 – Descarte o lixo do escritório

Um ato importante e que deve ser feito todo os dias é o descarte de lixo. Principalmente o orgânico, que pode atrair bichos e espalhar odores pelo ambiente. Se o local possuir coleta seletiva, lembre-se de fazer a separação correta e colaborar com um mundo mais sustentável.

7 – Higienização de cortinas e persianas

Sempre presentes, as cortinas e persianas muitas vezes são esquecidas. O acúmulo de pó e sujeiras pode levar ao desenvolvimento de problemas respiratórios, como rinites e alergias. Na hora da faxina, é importante não esquecer de luvas e máscara, para diminuir riscos de contaminação e alergias.