Associada do Sindialimentos debate em webinar os desafios na exportação para o mercado árabe

Sócio-diretor da Frutã, Benício Júnior, participará de uma webinar que traz como tema “Frutas para o mercado Árabe”. O evento online é promovido pelo Programa Jovem Exportador e acontecerá nesta quinta-feira (6), às 19h. Durante a ocasião, serão debatidos aspectos para a exportação nos países árabes, tais como certificações necessárias e dificuldades. Os interessados podem se inscrever por meio do link:  https://www.sympla.com.br/frutas-para-o-mercado-arabe__927912 

O sócio-diretor da Frutã, Benício Júnior, afirma que existem várias peculiaridades que devem ser levadas em conta ao exportar para esse nicho de mercado. “É um mercado complexo, de difícil acesso. Em relação às principais dificuldades nós temos a língua, que apesar do inglês ser de abrangência mundial, as embalagens dos produtos têm que estar na língua nativa para o país que será exportado. Além disso, a cultura é muito diferente da nossa e algumas certificações são específicas para esse tipo de mercado. Eles são muito exigentes em qualidade”, relata.

A indústria cearense Frutã, que é associada do Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas no Estado do Ceará (Sindialimentos), produz polpas de frutas pasteurizadas e orgânicas, além de ser a responsável pelo produto Natchup. O molho natural é livre de conservantes e fabricado à base de acerola, abóbora, beterraba e especiarias.

Para André Siqueira, presidente do Sindialimentos, eventos como a webinar promovida pelo Programa Jovem Exportador, é de grande importância para o esclarecimento dos empresários.  “É extremamente necessário promover eventos que esclareçam as medidas para a comercialização no exterior. Com o apoio da Fiec e Sebrae, o Sindialimentos também vem atuando nesse sentido, com a promoção de feiras em diversos países, que facilitam o acesso ao crédito internacional”, declara.