Auê do Amor ganha reforço com apoio do Senac e do Sesc

No lugar dos alunos, voluntários. Ao invés de aulas presenciais, uma ação social para ajudar quem mais precisa a enfrentar a crise sanitária e econômica causada pela pandemia. Uma das cozinhas do Senac Centro agora recebe o movimento Auê do Amor. Contando ainda com doações do programa Mesa Brasil Ceará, do Sesc, a Auê vai aumentar a sua capacidade de produção de quentinhas destinadas a pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social. Por semana, eles projetam produzir 1000 refeições e 800 porções de bolos e tortas, que atenderão inicialmente seis comunidades.

                “Enquanto os cursos acontecem no formato sala de aula virtual, reforçando o compromisso do Senac com a formação de nossos alunos, a cozinha pedagógica abriga esse importante movimento da sociedade para ajudar a quem mais precisa”, destaca a diretora de Educação Profissional do Senac, Geórgia Philomeno Gomes.

Como organizadora desse movimento, Mariana Marques, explica que a estrutura disponibilizada pelo Senac vai ser usada como cozinha central, comandada pelo chef João Luiz Lima. “Lá vamos organizar o estoque e também concentrar a produção dos assados, pois nas cozinhas das comunidades há poucos fornos. Assim, além de refeições ricas em nutrientes, vamos produzir bolos e tortas, levando uma comida de afeto para as pessoas atendidas pelas associações sociais e para a população de rua”, comemora.

                Sobre a parceria com o Mesa Brasil Ceará, 10 instituições estão sendo assistidas pelo programa por meio da Auê do Amor, como as associações Vidança, Padre Tornatório, Pensando Bem, Trilhos e Pastoral do Povo da Rua. Esse mês, a cozinha central também passa a receber doações. “São frutas, verduras, legumes, laticínios e outros insumos, como macarrão, que fazem toda diferença na produção das refeições, pois vêm em grande volume”, diz Mariana. Até hoje, o movimento já distribuiu mais de 41 mil quilos de alimentos a 48 comunidades.

Sobre o Mesa Brasil

O Mesa Brasil é um programa do Sesc que atua na perspectiva da segurança alimentar e nutricional, sustentabilidade e inclusão social. Presente no Ceará desde 2001, ainda com o nome “Amigos do Prato”, o programa atende no Estado mais de 430 instituições sociais, que juntas totalizam o atendimento a cerca de 280 mil pessoas, por meio de doações de alimentos e atividades educativas. Desde sua implementação, o Mesa Brasil Ceará já distribuiu mais de 49 milhões de quilos de alimentos, por meio de parceria com centenas de empresas doadoras.

Sobre o Auê do Amor

Em tempos de pandemia, foi preciso ressignificar a Auê Feira, uma empresa que realiza mensalmente em praça pública um evento gratuito em favor do empreendimento familiar e artesanato. O Auê do Amor é um movimento que, desde o início da pandemia, presta assistência a milhares de pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social.

Mais informações: @auedoamor