Cantora cearense Vívian Fernandez conta sua trajetória e o projeto de lançar sua carreira autoral

Cearense, a cantora Vívian Fernandez, de 24 anos, deu seus primeiros passos na música por inspiração do seu pai, Hilário Neto, que atua há 40 anos no ramo musical, ele é ex cantor da banda Zanzibar.

Amante da música, o pai da cantora influenciou ela e seus 5 irmãos a cantarem. Vívian começou a cantar com 3 anos de idade, mas teve seu primeiro trabalho como cantora com apenas 12 anos.

Ela conta que sua primeira experiência profissional foi no Natal de luz e a partir desse momento ela descobriu sua paixão pela música.

Aos 18 anos, ela fez sua primeira apresentação no Teatro José de Alencar. “ Foi um sonho, um momento inesquecível no qual se tornou um divisor de águas. A partir dali, conquistei minha independência profissional, onde comecei a trilhar minha carreira”, ressalta. Em 2017, a cantora abriu sua banda de baile, onde atua em casamentos, aniversários, formaturas e outros tipos de eventos sociais.

Mas no início nem sempre tudo foi fácil. Vívian revela que sempre teve que estudar e trabalhar. Desde novinha, precisou conciliar os horários para conseguir seguir o sonho de ser cantora. Ela é cristã e ressalta que sua fé ajudou a superar os limites nos momentos difíceis de suas carreiras.

A cantora também já recebeu vários convites para morar fora do país e cantar, em cidades como Paris e Boston.

Vívian conta que conheceu seu esposo através da música também e hoje os dois trabalham juntos. Ela já fez cerca de 1.000 eventos como cantora e hoje é uma referência na voz cearense.

Além de atuar como intérprete, a cantora pretende lançar sua carreira autoral em abril, o seu primeiro single vai ser produzido pela Muié Produtora. Sua principal base será o pop nacional e internacional, tendo como influências clássicos da música brasileira.