Ceasa, em Fortaleza, registra aumento no preços de frutas e folhagens

O valor de algumas frutas e folhagens teve um reajuste no preço de 45% e 56% se comparado ao mesmo período do ano passado em Fortaleza. A Central de Abastecimento (Ceasa) relata que já recebeu os produtos com aumento na última semana de fevereiro, em comparação com o mesmo período de 2020. Chuvas fortes e a pandemia de Covid-19 são alguns dos fatores.


O preço dos alimentos já é normalmente mais alto no início do ano. No entanto, este ano, eles estão atipicamente maiores. Alguns produtos já tiveram mais de 100% de aumento nos preços, como o alface, açafrão, cheiro verde, salsinha, morangos, abacaxi e uva.
Além da pandemia, outra causa que está influenciado é o clima: chuvas fortes têm causado estrago na qualidade e quantidade de alimentos ofertados este ano. Com a diminuição da oferta e o aumento da demanda, os preços tendem a disparar.