Coca-Cola Energy chega a Fortaleza

Nova bebida energética, sabor citrus, estará disponível a partir de março em todo o país

Coca-Cola Energy chega ao mercado de Fortaleza. A nova bebida energética é uma combinação de cafeína, extrato de guaraná e vitaminas do complexo B, ingredientes que são fontes de naturais de energia. Até março, o produto estará disponível em todo o Brasil.

Com o gás de Coca-Cola, marca de refrigerante mais amada do mundo, Coca-Cola Energy tem a proposta de levar entusiasmo e sabor às diferentes atividades do dia a dia. O produto, sem adição de açúcar, reafirma ainda o compromisso da Coca-Cola Brasil de oferecer mais opções com menos calorias.

“A gente buscou criar uma bebida energética democrática, para que as pessoas possam ir além da sua rotina e dar um gás total no seu dia a dia. Nossa estratégia, como empresa total de bebidas, é oferecer uma ampla variedade para diferentes estilos de vida e ocasiões, e Coca-Cola Energy é o exemplo mais recente disso.”, afirma Bruno Blaschek, diretor de marketing de Coca-Cola.

A bebida energética (sabor citrus) está disponível em embalagens de 310ml contendo 96,1 mg de cafeína, o que corresponde a uma xícara e meia de café expresso ou três vezes a quantidade de cafeína quando comparado a Coca-Cola Original. A receita conta ainda com o extrato de guaraná e vitaminas B3 e B6.

Desde o dia 12 de fevereiro, Coca-Cola Energy faz parte da campanha “Vai no Gás”, de Coca-Cola, que retrata a conexão do público jovem com as experiências e emoções diárias. Com “Você no Gás Total”, a campanha da nova bebida, que dá o maior gás dentro do portfólio de Coca-Cola, mostra que as pessoas podem ir além da sua rotina.

Coca-Cola Energy será comercializada em lojas de conveniência, padarias, mercearias, bancas de jornal, supermercados, hipermercados e atacados de todo o Brasil. Preço sugerido: R$4.

Sobre a Coca-Cola Brasil

O Sistema Coca-Cola Brasil atua em nove segmentos — refrigerantes, sucos, lácteos, bebidas vegetais, água, águas especiais, água de coco, bebidas esportivas e chás — com uma linha de mais de 200 produtos, entre sabores regulares e versões sem açúcar ou de baixa caloria. Composto por nove grupos de fabricantes franqueados, mais Verde Campo e a parceria com Leão Alimentos e Bebidas, o Sistema emprega diretamente 57,1 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos. O Sistema Coca-Cola Brasil manteve o nível de investimentos de aproximadamente R$ 3 bilhões em 2019, apostando em inovação para ampliar seu portfólio e atingir o objetivo de ajudar a coletar e reciclar o equivalente a 100% de suas embalagens até 2030. A empresa trabalha para oferecer cada vez mais opções com menos açúcar adicionado e no incentivo a iniciativas que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atua