Como me organizar para o Home Office?

Professor dá dicas para quem nunca trabalhou a partir do método

Uma antiga prática para algumas pessoas tornou-se popular e essencial nos últimos tempos: o home office. No entanto, o hábito de trabalhar em casa pode ser prejudicial e render menos caso um indivíduo não consiga impor limites ao método. Alguns fatores, como o controle do tempo, podem atrapalhar o trabalho.

Como aponta Yuri Lima, coordenador de Ciência da Computação da UNIVERITAS – Centro Universitário Universus Veritas Rio de Janeiro, uma boa medida pode executar técnicas de revezamento das atividades. “Um dos motivos que fazem o home office desafiador é a dificuldade de manter um certo nível de produtividade. As casas apresentam uma série de distrações que as empresas tradicionalmente procuram evitar. Uma das técnicas mais populares para fazer um bom controle do tempo é a Pomodoro. Nela, você trabalha durante 25 minutos ininterruptamente e, logo em seguida, fazer uma pausa curta de 5 minutos”, explica o professor.

Além disso, outra dica interessante é o uso do Trello. A ferramenta permite a divisão de tarefas em equipe, de modo que todos possam acompanhar o andamento de cada uma e realizar discussões sobre as tarefas em cada card citando outros usuários e anexando arquivos. Há ainda o Google Docs, que permite que várias pessoas possam criar documentos, planilhas e apresentações ao mesmo tempo com a opção de fazer comentários, marcar outras pessoas e sugerir edições sem mexer no documento original.

Ao fim, é importante atentar-se também aos limites. Trabalhar de pijama pode causar um relaxamento e reduzir o ritmo de trabalho. Ainda, a hora pode confundir-se. É necessário ficar atento ao relógio, para que o horário de trabalho não se confunda ao horário de descanso, e vice-versa. Algumas atitudes, se tomadas na medida certa, podem proporcionar melhorias no trabalho home-office. É um bom método, só precisa ser bem executado.