Como proteger o fígado neste fim de ano com excesso de álcool

Especialista em medicina tradicional chinesa lista quatro opções de infusões que podem ajudar bastante a eliminar toxinas e o excesso de álcool

Durante as festas de fim de ano, o fígado é o órgão do corpo que mais sofre com a ingestão do álcool, prejudicando nossa saúde e boa forma a partir da perda de eficácia para metabolizar e armazenar hormônios e nutrientes fundamentais. A alimentação saudável é uma das formas de proteger o órgão de forma natural, além de chá de ervas e hidratação.

Alimentos ricos em fibras e gorduras do bem também são itens indispensáveis. Mas, além disso, o médico Sandro Marjorie, especialista em medicina tradicional chinesa, explica que o procedimento com uso da ventosaterapia pode ajuda bastante a eliminar toxinas e o excesso de álcool através de depuração no sangue. “O organismo busca alívio para os efeitos da famosa ’ressaca’. O procedimento com o uso da vensoterapia ajuda bastante a eliminar toxinas e o excesso de álcool através de depuração no sangue”, pontua.

Sandro explica que associado a acupuntura, a vensoterapia também ajusta melhor os meridianos que otimizam a depuração do fígado, baço e rins, resultando em uma sensação de alívio.

Para aguentar o pique, sem prejuízo à saúde, o especialista indica quatro infusões de bebidas a serem consumidas que também auxiliam no alívio dos sintomas da ressaca. A primeira é a infusão em gengibre, que garante uma maior imunidade e reduz inchaço e retenções de líquido, devido ao seu poder adstringente e antibiótico natural. A outra dica é a infusão em hortelã, fonte de frescor e bem-estar, promovendo uma melhor digestão. E por último a infusão em hibisco, que regula a circulação sanguínea por ser rica em flavonoides e ajuda a regular o trânsito intestinal.

No entanto, Sandro explica que o melhor conselho a ser seguido é saber identificar os limites do corpo. “E, consequentemente, não ultrapassá-lo, afinal, uma comemoração passa rápida, mas uma ressaca dura bem mais”, finaliza.