Dragão do Mar lança episódio especial sobre fotografia periférica no Ceará nesta quarta-feira (21)

dealizado por Dani Guerra e Leo Silva, criadores do canal “Mitocôndria”, programa compõe a programação da convocatória Arte em Rede.

   Dando sequência à programação da convocatória Arte em Rede, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura exibirá, nesta quarta-feira (21), um episódio especial do podcast “Mitocôndria”, que nesta edição discutirá a fotografia periférica no Ceará. Fruto da parceria entre a comunicadora e educadora Dani Guerra e o comunicador e fotógrafo Leo Silva, o programa será disponibilizado a partir das 18h, nos canais de comunicação do Dragão (site www.dragaodomar.org.br e @dragaodomar), assim como no link bit.ly/mitocondriaa 

     Com cerca de 45 minutos de duração, o episódio abordará a temática da fotografia nas periferias de Fortaleza, divulgando as produções de fotógrafas e fotógrafos sobre suas comunidades. Além de entrevista com o ativista, ilustrador e fotógrafo Gustavo Costa, sobre fotografia e identidade, o programa contará com pequenas participações especiais, crônicas imagéticas e trechos dos debates da Conferência de “Fotógrafas(os) Periféricas(os) – Carcará”, que em agosto reuniu virtualmente fotógrafos de todo o Brasil. Na colagem transmídia, cinco artistas falam sobre as construções de imagem e periferia: Aline Furtado, Bira Carvalho, Flávia Almeida, Helen de Sá do Projeto Princesinha da Favela e Pedra Silva.

     Leo Silva explica que, historicamente, as periferias foram retratadas por olhares externos a elas, representadas por imagens deturpadas destas comunidades, mas que “agora há um movimento para fazer as próprias exposições e debates”. Há 7 anos, uma nova geração de fotógrafos da periferia registra a cidade de Fortaleza a partir de novos vieses.  Nas imagens produzidas por eles, os espectadores entram em contato com uma Fortaleza pouco representada nas imagens midiaticamente mais exploradas.

Sobre o Arte em Rede

     A Convocatória “Arte em Rede” se insere dentro de um conjunto de iniciativas que o Governo do Estado do Ceará, a Secretaria da Cultura do Estado, junto à sua Rede de Equipamentos, e o Instituto Dragão do Mar vêm realizando com o objetivo de promover e movimentar a criação, difusão e economia artística e cultural do Estado, no contexto de medidas de distanciamento social necessárias neste período de pandemia do Coronavírus, incentivando a sustentabilidade do fazer artístico através de iniciativas que contemplem os artistas, grupos, coletivos, companhias e demais profissionais e empreendimentos culturais cearenses.

     O Arte em Rede também integra o Programa Cultura em Rede, previsto no Planejamento Estratégico da Secult, com o intuito de articular, integrar e potencializar os equipamentos culturais do Estado, para estimular o compartilhamento e a colaboração entre os equipamentos vinculados à Secretaria da Cultura, a fim de que possam atuar de forma sistêmica no desenvolvimento e consolidação da política cultural do Ceará.Serviço: Arte em Rede apresenta episódio especial do podcast “Mitocôndria” sobre fotografia periférica no CearáData: 21 de outubro de 2020 (quarta-feira)Hora: 18hExibição: Nos canais do Dragão do Mar (www.dragaodomar.org.br / @dragaodomar) e no link bit.ly/mitocondriaa