Empresa cearense é a primeira do mundo a ter certificação ISO de inovação e única a ter selo ambiental

 CSI Group recebeu os certificados por adotar as melhores práticas de inovação e sustentabilidade do planeta

            A empresa cearense CSI Locações foi a primeira do mundo a receber a certificação ISO 56.002, de melhores práticas de gestão da inovação. A norma, que é resultado de mais de 10 anos de estudos, foi publicada em julho, na Suíça e é destinada a todas as empresas, independentemente de porte ou segmento.

Também em julho, a CSI recebeu o Selo Verde, do Instituto Internacional Chico Mendes, por adotar as melhores práticas de sustentabilidade na empresa e se tornou a primeira do mundo do setor de locações a receber a certificação. O selo é concedido a empresas e instituições que buscam sustentabilidade nos seus negócios.

            Para o CEO da CSI Locações, Patrick Lima, obter as certificações é a comprovação de que a empresa está adotando as melhores práticas de inovação e de sustentabilidade do mundo. “Há anos a gente vem adotando estratégias para implantar uma cultura de inovação e de práticas ambientais dentro da empresa. Nós fizemos com que cada colaborador percebesse que podia ser inovador e sustentável. Esse foi o nosso grande mérito”, afirma.

    A inovação faz parte do DNA da empresa, a CSI tem uma aceleradora de startups. “Criamos recentemente, por exemplo, um aplicativo gratuito que facilita o gerenciamento do horário dos funcionários dentro das empresas. Ele pode bater o ponto de onde estiver. Não precisa vir pessoalmente ao local de trabalho”, explica Patrick.

Quanto a questão sócio ambiental, a CSI  recebeu o Selo Verde por adotar práticas sustentáveis no dia a dia, como descartar corretamente o lixo, funcionar com 100% de energia solar e utilizar equipamentos e produtos neutralizados de carbono, que contribuem para diminuir a emissão de gases tóxicos na atmosfera.

            A CSI existe há 20 anos e atua no mercado de locação de geradores, equipamentos de audiovisual e tecnologia da informação.  Atualmente, tem 75 colaboradores e é a maior e a mais tradicional empresa do setor no Ceará. No ano passado, locou equipamentos de infraestrutura para a realização de mais de 4 mil eventos.