Escultor Assis Filho lança “Drama Humano”, retrato do poeta Mário Gomes em celebração à liberdade

O período de isolamento social levou o artista à reflexão sobre a liberdade e a relação com Fortaleza. Aspectos exaltados pela personalidade e a obra do poeta Mário Gomes, figura icônica dos lugares boêmios e da noite da Capital. 

O distanciamento social provocado pela pandemia de Covid-19 tem levado as pessoas a repensar as relações. Para o escultor Assis Filho, a reflexão se transformou em inspiração e foi materializada em obra.

Ele lança a escultura “Drama Humano”, retrato do poeta Mário Gomes, em celebração à liberdade e a relação entre as pessoas e a cidade. 
“Eu já estava trabalhando no retrato dele há algum tempo, com a calma e a dedicação que um projeto assim exige. Esse período de distanciamento da cidade e das pessoas, essa vontade de estar na rua, me fez refletir sobre a relação dele com os lugares. Senti que era o momento certo para finalizar o trabalho”, explica o escultor.


Além da memória e do afeto pelo retratado, Assis Filho também se valeu de fotos e vídeos do poeta para produzir a escultura figurativa realista. As obras literárias ajudaram a compor e a resgatar a essência de Mário Gomes. 


Drama Humano
Drama Humano fala sobre a percepção das pessoas sobre o poeta. Assis conta que quando começou a pesquisar sobre o homem que chamava a atenção pela figura misteriosa, descobriu que a trajetória dele daria um filme pela história fascinantes. 


“Pra mim, ele é o sinônimo máximo de liberdade. O Mário pagou todos os preços para ser uma pessoa totalmente livre. Quem via ele pelas ruas só tinha a ideia de um louco, não conseguia ver a beleza, da pessoa e da obra. Aquelas roupas apontavam a vaidade, o porte daquele homem inteligente, sensível e outra hora bem relacionado. Apesar de viver na rua, ele não aceitava ser tratado como tal, aquela agressividade foi um modo de defesa e tudo compõe a poesia que ele era”, conta.


Essa e outras obras podem ser visitadas e estão disponíveis pelas redes sociais do escultor na internet: Instagram.com/assissculptor 

Sobre Assis Filho


Assis Filho é escultor cearense especialista em peças do tipo Figurativa Realista. Com grande parte do aprendizado autodidata, o artista começou os estudos ainda criança, quando passou a dominar outras técnicas de escultura, e há nove anos dedica-se ao realismo, estilo em que se aprimorou com imersão em práticas e estudos junto a outros escultores dessa arte. No carnaval de 2019 teve uma obra em que retrata São Sebastião reproduzida no carro abre-alas da escola União da Ilha em enredo que versava sobre o Ceará. 


Em 2010 foi selecionado para o Salão Internacional de Humor de Piracicaba, festival de humor gráfico mais importante do Brasil que acontece há mais de 45 anos. Finalista na seleção de bolsistas de 2013 para The Florence Academy of Art, na Itália, disputando a vaga com participantes do mundo inteiro. Desde 2017 é voluntário no projeto Nuface, idealizado pela Universidade Federal do Ceará, auxiliando na produção de próteses faciais para pacientes com câncer e vítimas de traumatismo. Mantém o curso de escultura onde ensina a arte de esculpir, com uma metodologia desenvolvida por ele, que parte das formas geométricas básicas e do estudo de anatomia.