Horta Social da Granja Portugal faz doação para entidades beneficentes

A Horta Social da Granja Portugal, realiza nesta quinta-feira (11.02) colheita de 130 quilos de alface, 58 quilos de coentro e 50 quilos de couve. As hortaliças serão doadas para três entidades beneficentes, são elas: Casa de Idoso Recanto Bom Viver, Associação de Assistência Social Catarina Laboure e Lar Amigo de Jesus. A ação faz parte do Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso, executado pelo Nuproce (Núcleo de Produções Culturais e Esportivas) em parceria com a Prefeitura de Fortaleza.

A colheita é a segunda feita em 2021. Na última quinta-feira (04.02), a Horta Social do Conjunto Ceará fez doação de mais de 500 quilos de hortaliças para outras cinco entidades beneficentes. Com o aumento dos casos de Covid-19, a coordenação do projeto volta as doações de hortaliças a instituições para evitar contato com idosos e diminuir a circulação dos trabalhadores. Faz parte da ação a desinfecção dos carros que vão transportar as hortaliças até as entidades, além da aferição de temperatura dos colaboradores do projeto. Irão atender os bairros Jardim das Oliveiras, Conjunto Palmeiras, Ancuri, Jacarecanga, Mondubim e Vila Velha.

A Horta Social faz parte do projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso e objetiva promover a inclusão de idosos e suas famílias através de complementação alimentar, incentivo à agricultura urbana e estímulo ao convívio social de famílias em situação de vulnerabilidade social. 

Nas três estufas mantidas pelo projeto – localizadas no conjunto Ceará (2) e Granja Portugal (1), bairros de baixo IDH – são produzidas hortaliças (couve manteiga, alface, coentro, tomate cereja, pimentão verde). Plantio 100% natural, com irrigação automatizada – por gotejamento e plantadas no sistema de vasos (fibra de coco estéril). Cada estufa tem 750 m².

Os ciclos de plantio compreendem dois meses de produção que culmina com a colheita e distribuição das hortaliças às famílias carentes inscritas. Essas colheitas chegavam a reunir mais de 500 idosos. Cada beneficiário tem um cartão social com chip interno que garante agilidade, controle e segurança no atendimento. O projeto provê insumos, equipamentos e mão-de-obra qualificada para produção.

Em atividade desde 2016, os vários benefícios do projeto Horta Social são notados na mudança das condições de vida das famílias de idosos beneficiados, destacando-se a introdução de alimentos saudáveis na dieta, manejo de plantio e colheita feitos pelos idosos. Periodicamente são ministrados minicursos de cultivo de hortaliças. 

O projeto Hortas Sociais, em 2017 recebeu o Prêmio Projeto Inovador da Prefeitura de Fortaleza disputando com outras 42 iniciativas.