Hospital Veterinário da UECE realizou mais de 20 mil atendimentos e cirurgias em 2019

Referência no Norte e Nordeste, o Hospital Veterinário Prof. Sylvio Barbosa Cardoso, um dos equipamentos que integram a Faculdade de Veterinária- Favet, da Universidade Federal do Ceará (UECE), realizou mais de 20 mil atendimentos e cirurgias em 2019. Foram 16.717 consultas e 3.750 procedimentos cirúrgicos. Em 2020, a Favet completa 57 anos, com um total de 2.002 alunos formados nesse período.
A unidade, fundada em setembro de 2016, conta com sala de ultrassonografia, raio X digital, além de especialistas na área de oftalmologia para atender os animais. “Temos um laboratório de patologia clínica, que presta atendimento para exames sanguíneos”, destaca o diretor do hospital, professor Dárcio Teixeira.

Ele cita que o equipamento passou por ampliação para atender grandes animais. “Contamos hoje com atendimentos clínicos para grandes animais e ainda em 2020 contaremos com atendimento cirúrgico. Também realizamos atendimento a animais silvestres que são cadastrados no Ibama”, pontua.

O hospital conta com atendimento de 7h30 às 17h, por meio de distribuição de senhas. São 84 no total, sendo 42 pela manhã e outro montante de 42 à tarde. “O valor da consulta é R$ 25. A cobrança é simbólica e nos ajuda na manutenção da unidade, além de compra de materiais usados em procedimentos no próprio hospital”, destaca.

Contribuição acadêmica
Outro diferencial do Hospital Veterinário Prof. Sylvio Barbosa Cardoso é a contribuição para a comunidade acadêmica. “O hospital auxilia na formação de mão de obra, visto que os estudantes do curso de Medicina Veterinária têm acesso a diversos estudos, procedimentos e patologias que são verdadeiramente explorados pela equipe”, ressalta professor Dárcio.

Para ampliar ainda mais o conhecimento dos alunos, ficando mais próximos, foi implementado no ano de 2019 a Residência Veterinária. “Há um aprendizado muito forte e um rodízio de alunos que permanecem dois anos conosco. Eles acabam se inserindo e conhecendo a vivência de uma clínica, cirurgia, imaginologia, anestesia, patologia clínica, patologia geral, sendo orientados por um especialista”, esclarece. Segundo o professor, estudantes de outras de outras instituições de ensino também buscam a Faculdade de Veterinária para ter know-how.

57 anos da Faculdade de Medicina Veterinária
Em 2020, a Faculdade de Medicina Veterinária completa 57 anos de existência. Ao todo, foram formados 2.002 alunos, além de pesquisas e inovações que contribuíram para o fortalecimento do curso de veterinária no Ceará.

No plantel de destaques aparece o Doutorado Profissional em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal (PPGBiotec). O curso forma profissionais, em nível de doutorado, com competência técnica-científica, crítica e reflexiva para atuar no desenvolvimento e validação de bioprodutos e bioprocessos na área de saúde humana e animal.

A Faculdade também possui o Programa de Pós-Graduação de Doutorado em Biotecnologia – Rede Nordeste de Biotecnologia (Renorbio). Trata-se de uma rede formada por instituições de ensino e pesquisa de todos os estados da Região Nordeste e do estado do Espírito Santo, sendo 38 instituições (universidades públicas e privadas e institutos de pesquisa) dos diferentes estados, e dez delas atuam como pontos focais. Ao todo fazem parte do Renorbio mais de 260 orientadores e mais 850 alunos matriculados, o que faz dessa rede um dos maiores programas de pós-graduação do Brasil.

Também de grande importância é a Fazenda de Experimentação Agropecuária Dr. Esaú Accioly Vasconcelos, localizada no município de Guaiúba. São 300 hectares dedicados ao ensino de graduação e de pós-graduação, além e servir para pesquisa e aos serviços de extensão da Faculdade de Veterinária.