Instituto Unimed Fortaleza realiza doação de 8.500 máscaras para comunidades em situação de vulnerabilidade social e colaboradores

Atenta não somente ao cuidado com seus clientes nesse momento de pandemia da Covid-19, mas também com a sociedade como um todo, a Unimed Fortaleza tem realizado uma série de ações voltadas para a informação e conscientização da população em relação ao coronavírus. Contudo, a operadora, adepta do cooperativismo, resolveu ir um pouco mais além e, por meio do Instituto Unimed Fortaleza, fará a doação de 8.500 máscaras reutilizáveis para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social na capital cearense e para os colaboradores que estão atuando na linha de frente do combate à doença. A iniciativa atende uma solicitação de colaboradores e cooperados interessados em realizar doações sem precisar sair de casa.

Em um primeiro momento, serão destinadas 4.700 máscaras para residentes de comunidades do Quintino Cunha, Vila Velha, Moura Brasil e Padre Andrade, e para os idosos beneficiados do Grupo Memória Viva, programa da área de responsabilidade socioambiental da Unimed Fortaleza voltado para o desenvolvimento social e humano de idosos. Além disso, a iniciativa beneficiará também 1.524 colaboradores que estão atuando nas unidades assistenciais da cooperativa, como Hospital Unimed, Centro Pediátrico, laboratórios e clínicas da rede própria. Cada colaborador receberá duas máscaras, para seu uso pessoal ou de seus familiares, totalizando assim uma doação de 3.048 unidades para o público interno. Posteriormente, outras comunidades e entidades serão inclusas, como parceiros e comunidades do entorno do Hospital Unimed.

As máscaras foram produzidas pela Vida BR, microempresa de vestuário sustentável criativo de Fortaleza, que une sustentabilidade e causas sociais. A produção utiliza tecido de garrafa PET reciclado e algodão orgânico, com tripla camada de tecido e TNT, sendo possível até 120 lavagens. Os produtos estão sendo confeccionados por integrantes de projetos socioambientais junto a dependentes químicos e costureiras de comunidades carentes do Ceará. Com a produção das máscaras reutilizáveis estão sendo beneficiadas mais de 15 famílias dos bairros Parangaba, Parque Dois Irmãos, Serrinha, Montese, Maraponga, Jardim Cearense e Mondubim. A Unimed Fortaleza e o Instituto Unimed Fortaleza financiaram a produção das máscaras.

Instituto Unimed Fortaleza

O Instituto Unimed Fortaleza é uma associação sem fins lucrativos, mantida com doações da cooperativa, criada em maio de 2011, para viabilizar ações sociais aos colaboradores da Unimed Fortaleza e à comunidade em geral. O Instituto foi pensado com o objetivo de contribuir com a promoção da saúde, por meio de programas, projetos e práticas educacionais, socioambientais e de qualidade de vida, visando a melhoria do desenvolvimento humano da população de Fortaleza e região metropolitana.

Entre os projetos desenvolvidos pelo Instituto Unimed Fortaleza estão o “De Olho no Nosso Futuro”, programa de formação de jovens aprendizes, para pessoas entre 14 e 22 anos, e o “Projeto Cidadão: Educação para a Vida”, que contribui para o desenvolvimento cognitivo e resgate da cidadania por meio da aprendizagem para crianças e adolescentes de 14 a 16 anos. Além disso, o Instituto estabelece parcerias com outros projetos sociais como o Projeto Futsal do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará, a Fundação do Rim, bem como organiza e é responsável por iniciativas da Unimed Fortaleza em áreas como responsabilidade socioambiental e educação, como o programa de pós-graduações da Universidade Unimed Fortaleza.

Vida BR

A marca Vida BR nasceu após campanha realizada pelo publicitário Rafael Studart, em 2012, no Facebook, para ajudar famílias carentes que estavam sofrendo com a seca que assolava o Ceará naquele ano. A campanha Vida na Seca consistiu na arrecadação de dinheiro para compra de cestas básicas para comunidades do município de Milhã por meio da venda de camisetas temáticas, criadas pelo publicitário, que chamavam a atenção para o problema. Após o sucesso da iniciativa, Rafael largou o emprego em uma agência de publicidade e criou a Vida BR, microempresa que une sustentabilidade e causas sociais, com o objetivo de vestir o corpo e a alma das pessoas. As camisetas, confeccionadas com algodão orgânico e garrafas pet, são fabricadas por dependentes químicos em recuperação do Projeto Resgate. Com a pandemia da Covid-19, a empresa iniciou a produção também de máscaras reutilizáveis. Os interessados pelos produtos podem adquiri-los pelo site: https://www.vidabr.com.br/.