“Partida”, documentário de Caco Ciocler, estreia amanhã no Canal Brasil

Ao lado de Georgette Fadel, ele embarca em uma viagem para conhecer o ex-presidente Pepe Mujica

“Partida”, documentário dirigido por Caco Ciocler, estreia no Canal Brasil amanhã, dia 5/01, às 20h15. O longa nasceu meio por acaso, quando a atriz Georgette Fadel, diante do resultado da última eleição presidencial no Brasil, promete se candidatar à Presidência da República em 2022 por um partido formado só por mulheres. Fascinado pelo posicionamento político da amiga, Ciocler topou acompanhá-la em uma viagem de carro em direção ao sul do país. O objetivo era ir até o Uruguai e passar a virada do ano de 2018 no sítio do ex-presidente Pepe Mujica, maior inspiração política de Fadel.

Quando surgiu a ideia de filmar a trajetória, foi preciso trocar o carro pelo ônibus. Se juntaram à empreitada Vasco Pimentel, craque da sonoplastia, as fotógrafas Manuela Rabinovitch e Julia Zakia, diretora do longa “Rio Cigano” e do curta “Rã”, e o provocador Léo Steinbruch, empresário com posições políticas bem diferentes das de Georgette e, consequentemente, opositor das ideias de Fadel. As brigas entre a esquerda e a direita, que dividiram amigos, famílias e o país em 2018, serão revisitadas em um jogo entre ficção e documentário.

O segundo título dirigido por Ciocler foi extremamente premiado no 14º Fest Cine Aruanda, em João Pessoa, levando o Prêmio Especial do Júri de Melhor Filme, Melhor Som para Vasco Pimentel, Melhor Atriz para Georgette Fadel e Melhor Montagem para Tiago Marinho. O filme também foi indicado para o 23º Festival de Málaga, para o Rio International Film Festival e para a 43ª Mostra de São Paulo.

Partida (2019) (94’)

INÉDITO E EXCLUSIVO

Direção: Caco Ciocler

Estreia: Terça, dia 5/01, às 20h15

Horários alternativos: Domingo, 10/01, às 4h50; quinta, 14/01, às 14h; e terça, 26/01, às 18h15.

Classificação: 14 anos