SindiAlimentos investe na aproximação entre indústrias cearenses de polpas de frutas e pequenos produtores da Região de Petrolina para o fortalecimento do setor

O presidente do SindiAlimentos, André Siqueira, esteve nessa quinta-feira (25), em Petrolina (PE), realizando visitas ao Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf), Secretaria de Agricultura e Prefeitura, com o intuito de conhecer melhor os representantes da região e gerar aproximação com as indústrias de polpas de frutas do Ceará.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Petrolina ocupa o primeiro lugar do Brasil no ranking do valor da produção de frutas. O ranking também leva em consideração a área plantada e destinada à colheita, área colhida, variação do valor da produção e participação no total do valor da produção.

O gestor do SindiAlimentos destaca que o Ceará tem um potencial muito grande em polpas de frutas, contando em média com 30 indústrias do setor no qual as frutas são adquiridas de outros estados. 

“A Região do Vale do Rio São Francisco, entre outras, em Petrolina, por exemplo, envia muitas frutas para as indústrias do Ceará. Nossa vinda aqui ao Sindicato dos Agricultores Familiares de Petrolina foi para nos apresentar e abrir essa possibilidade de um contato direto entre o produtor e a indústria, para que ambas as partes possam melhorar seus ganhos. Daqui em diante iremos identificar esses produtores, junto ao sindicato, pelo tipo de produção e volumes. A partir disso, iremos realizar essa aproximação entre as indústrias do Ceará e os produtores daqui, efetivamente”, explica André Siqueira. 

Desenvolvimento

Na rota de visitas, André Siqueira também esteve com o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que demonstrou apoio e interesse na parceria com as indústrias cearenses. Segundo o gestor municipal, a iniciativa poderá fortalecer o crescimento econômico da região.

O SindiAlimentos tem uma grande representatividade das empresas de polpa de fruta do Ceará e demanda fruta de outros estados, inclusive, de Petrolina. André Siqueira propôs ao secretário de agricultura do município de Petrolina, Gilberto Melo, uma aproximação com os produtores, cooperativas e associações de frutas.

“Os próximos passos após a visita, serão dados mediante a um levantamento dos grupos produtivos para realizar essa aproximação efetiva com as indústrias de polpas de frutas do Ceará”, conclui André. 

A presidente do Sintraf, Isália Damacena, relata que é de grande importância essa aproximação entre a indústria e o agricultor. “Termos o contato direto com a indústria, isso irá melhorar nossa venda, a logística, assim como irá beneficiar nosso financeiro, pois o agricultor poderá ter uma margem de lucro maior. Será um benefício tanto para nós, quanto para o nosso município. Temos uma gama enorme de frutas, na área irrigada, por exemplo, temos manga, acerola, goiaba, caju, mamão, banana, maracujá e uva (pérola), ou seja, temos muitas opções”, garante Isália.

Associativismo 

A Frutã é uma indústria de polpas de frutas pasteurizadas que atua no mercado desde 2007. Localizada na cidade de Jaguaribe, a empresa está sempre em busca de inovação no seu mix de produtos. Além das polpas de frutas, a Frutã também produz um tipo de Ketchup 100% natural feito à base de acerola. 

Benício Júnior, sócio-diretor administrativo da empresa, destaca, dentre outros fatores, a vantagem de eliminar a figura do “atravessador”. “Poderemos receber um produto com melhor qualidade e mais acessível para a indústria. Esse processo que o SindiAlimentos está nos proporcionando é de extrema importância para o crescimento da indústria cearense beneficiadora de alimentos”, enfatiza.

Benício também reforça a importância de ser um associado do SindiAlimentos. “As vantagens são inúmeras, desde a facilitação da negociação direta com esse tipo de produtor da matéria-prima, ao acesso a programas de capacitação em todos os pilares e segmentos da indústria em entidades provedores de cursos. Assim como a geração de uma networking entre os associados e a viabilização de grandes feiras nacionais e internacionais, congressos, seminários e palestras, que nos fortalece dentro do setor”, afirma o empresário.