UniFanor promove palestra gratuita com a ex-atleta olímpica brasileira, Laís Souza

Evento online será realizado no dia 24 de Agosto, no canal do Youtube do Centro Universitário UniFanor
 
Para receber os alunos veteranos e calouros que ingressaram no segundo semestre, o Centro Universitário UniFanor promove, no próximo dia 24.08, a versão online do evento “Welcome Day”, com a ex-atleta olímpica brasileira, Laís Souza, convidada para ministrar a palestra “Aprendendo juntos o caminho da superação”. A transmissão será feita pelo canal da faculdade no Youtube https://www.youtube.com/user/fanorfortaleza, às 20h e será aberta para todos os interessados. Uma hora antes, os novatos participarão de uma palestra de integração, onde receberão as boas-vindas oficiais da reitoria, bem como apresentação dos setores e serviços ofertados pela instituição.
O início das aulas para os calouros ocorrerá de forma remota, por meio de plataforma particular, contratada pela instituição. O Welcome Day é um evento tradicional do UniFanor realizado duas vezes por ano, para recepcionar os calouros a cada semestre, com atividades lúdicas e interativas, como ação de acolhimento.
 
“O UniFanor preza muito pelo acolhimento aos novos alunos e o Welcome Day é uma forma de recebê-los. Mesmo com esse novo sistema instaurado pela pandemia do coronavírus, não podíamos deixar de realizar o evento e optamos por adaptá-lo para uma forma permitida no ‘novo normal’. A  palestra será aberta ao público, quem desejar assistir pode acompanhar pelo nosso canal no Youtube”, ressalta a pró-reitora Cristiane Andrade.
 
Sobre a palestrante
 
Laís Souza dedicou-se à ginastica artística desde os 10 anos, tendo conquistado diversos títulos e medalhas e representado o Brasil em duas olimpíadas – Atenas 2004 e Pequim 2008. Esteve entre as quatro melhores atletas desse esporte.
 
Em 2013, aceitou o desafio de começar em um novo esporte – esqui aéreo – e, no mesmo dia em que receberia a notícia da classificação para a Olimpíada de inverno de 2014, sofreu o acidente que mudaria sua vida. Laís venceu o risco de morte e o prognóstico era tetraplegia, respiração e alimentação, dependente de ajuda de aparelhos sem perspectiva de melhora.
 
Mas foi cantando durante a sessão de fisioterapia que ela derrubou o parecer médico e respirou sem a ajuda de máquinas pela primeira vez. Daí em diante, novas “pequenas vitórias”, como Laís costuma se referir, iriam escrever uma história de superação. Hoje, ela divide as lições da vida de atleta e das conquistas pessoais por meio de palestras e mensagens de incentivo nas redes sociais.