Empresa cearense aposta em entreposto móvel de pescado para facilitar logística no processamento de peixe

A empresa Piscis, filiada ao Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas no Estado do Ceará (Sindialimentos), dispõe de uma alternativa para os produtores de peixe que desejam oferecer o produto fresco aos consumidores: um entreposto móvel de pescado. A estrutura montada em um contêiner contém equipamentos essenciais para o processamento do peixe, como: cilindro lavatório, tanques e esteiras.  

O meio de produção disponibilizado no entreposto móvel atende a legislação do Serviço de Inspeção Estadual e a qualidade do pescado foi validada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) em recente pesquisa publicada. Ademais, a tecnologia disponibilizada na estrutura móvel garante ainda uma maior durabilidade para as vísceras do peixe, que podem servir de matéria-prima para a produção de óleo, por exemplo. Atualmente, a estrutura está disponível para interessados.

A Piscis atua no segmento de aquicultura e com destaque no mercado por realizar o aproveitamento de resíduos do abate do pescado para transformá-lo em óleo.

“Com o processamento rápido do peixe por meio de equipamentos adequados, o produto chegará ao consumidor da melhor maneira, sobretudo, se o método for aplicado logo após a despesca. Além disso, o entreposto garante ainda a qualidade das vísceras do pescado para a produção do óleo de peixe, fonte natural de ácidos graxos e fonte de energia para dietas alimentares de animais”, detalha o proprietário da Piscis, André Siqueira.

Saiba mais
E-mail: piscis.ce@hotmail.com
Site:  http://www.piscis.ind.br/