Instituto EDP beneficia mais de 15 mil pessoas no primeiro semestre de 2019

Para a segunda metade do ano, projetos como Caravanas das Artes, Além da Rua, Hospital de Amor, GACC e Celebreiros beneficiarão mais 30 mil pessoas, em São Paulo, Ceará e Tocantins

Durante o primeiro semestre de 2019, a EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, por meio do Instituto EDP, organização que há onze anos gere as ações socioambientais da empresa, beneficiou mais de 15 mil pessoas nas áreas de concessão da companhia, com o apoio a projetos voltados ao esporte, lazer, cultura e educação.

Os projetos EDP nas Escolas, Brincando com Pipas, Orquestra Contemporânea Brasileira, Aprender e Crescer e Futebol de Rua são exemplos de iniciativas que aconteceram no primeiro semestre em diversos estados brasileiros. Para a segunda metade do ano, projetos como Caravanas das Artes, Além da Rua, Hospital de Amor, GACC e Celebreiros beneficiarão mais 30 mil pessoas, em São Paulo, Ceará e Tocantins.

“O Instituto EDP tem como objetivo contribuir para a qualidade da vida de crianças e jovens ao redor do Brasil. A ideia é que cada vez mais pessoas tenham oportunidades, através da educação de qualidade, do esporte, ou da música. São 11 anos de trabalho intenso buscando o desenvolvimento humano e social”, afirma Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP.

Ademais, para levar um pouco da experiência sob a língua a todo o País, a EDP criou mostra itinerante “A Energia da Língua Portuguesa”. Instalada em um caminhão, a exposição de 300 metros quadrados permite aos visitantes aprender sobre os países lusófonos, sobre as peculiaridades do português falado no Brasil e em Portugal, além de curiosidades relacionadas a expressões comuns da sexta língua mais falada do mundo e a mais utilizada no hemisfério sul do planeta. A ação já percorreu 18 cidades de oito estados, onde foi visitada por mais de 23 mil pessoas.

A empresa também é a principal patrocinadora da reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, destruído por um incêndio em dezembro de 2015, e patrocinadora da restauração do Museu do Ipiranga, fechado desde 2013, além de apoiar as três últimas edições da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, com exposições, shows, mesas literárias e até demonstrações culinárias.

Orquestra Contemporânea Brasileira

A Orquestra Contemporânea Brasileira reúne instrumentistas profissionais de vários estados do país e, durante todo o ano de 2019, vem realizando apresentações integrando a música erudita a um repertório popular, como samba, chorinho e baião. 

Fruto de uma ação cultural do Sistema Brasileiro de Bandas e Orquestras, em parceria com a Associação dos Amigos da Arte, a Orquestra Contemporânea Brasileira tem se destacado também pela contribuição com a formação de novos profissionais, através de três núcleos de formação musical em Fortaleza, Pindoretama e São Gonçalo do Amarante. A Empresa de Energia Elétrica (EDP) é a patrocinadora oficial da orquestra, apoiando especialmente o projeto de São Gonçalo, onde são atendidas cerca de 160 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social no Ceará.

Sobre EDP e IEDP

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui 6 unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,4 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 12 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Desde que foi fundado em 2008, o Instituto EDP investiu mais de R$ 100 milhões em projetos socioculturais, que beneficiaram cerca de três milhões de pessoas, em cerca de 400 programas espalhados por todo o País. Somente em 2018, iniciativas apoiadas pela organização favoreceram 80 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.