Internas capacitadas pelo Instituto Diageo celebram o Natal desfilando com artigos de palha que elaboram

o programa do Instituto Diageo, Tecendo o Futuro, que atua com ressocialização no presídio Auri Moura, internas criam do vestido à sandália, tudo em palha de carnaúba, feito à mão.

O Instituto Diageo – entidade sem fins lucrativos realizadora dos projetos sociais da maior empresa de bebidas destiladas do mundo, Diageo – promoverá celebração natalina para as 30 internas que assiste por meio do programa Tecendo o Futuro, no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa (IPF), em parceria com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). A confraternização ocorre na sexta-feira, 6 de dezembro, de 9h às 12h, na sala do Tecendo o Futuro, localizada no IPF.

A manhã especial inclui desfile, com as internas apresentando roupas, sandálias e acessórios de palha de carnaúba elaborados por elas mesmas. Os artigos são fruto das atividades do Tecendo o Futuro. No programa, elas têm atividades de formação humana, com ênfase em valores de cidadania; aprendem a produzir peças trançando a palha de carnaúba, sendo remuneradas pela elaboração de embalagens de palha para produtos da cachaça Ypióca; e são estimuladas a se aprimorar no ofício de artesã, produzindo diversos artigos, podendo retornar à sociedade com essa fonte de renda e ingressar nas associações de artesãos apoiadas pelo Instituto Diageo. Além da remuneração e do conhecimento adquiridos, as internas têm um dia de remissão da pena para cada três dias trabalhados.

“Nosso intuito com o Tecendo o Futuro é propiciar vida nova a essas mulheres ainda dentro dos muros da unidade prisional para que, ao retornarem à sociedade, tenham um ofício e, acima de tudo, consciência cidadã e autoestima resgatada”, destaca o gerente executivo do Instituto Diageo, Paulo Mindlin. O programa, desenvolvido desde maio de 2019, reflete o compromisso da Diageo de gerar desenvolvimento social e econômico nos lugares onde atua. 

“É um trabalho bem bacana, de continuidade e isso é importante porque dá alicerce para a pessoa que está saindo do sistema não retornar mais”, avalia o secretário da Administração Penitenciária (SAP), Mauro Albuquerque.

O Instituto Diageo incentiva as internas a, após saírem do sistema prisional, continuarem a atividade nas associações de artesãs que a entidade apoia em Fortaleza, no bairro Conjunto Palmeiras (Palhas à Mão) e nos municípios de Cariré e Ipaguaçu, no interior do Ceará.

Serviço

Confraternização de final de ano do programa Tecendo o Futuro

Data: 6 de dezembro (sexta-feira)

Horário: 9h às 12h

Local: Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa (IPF), à BR 116, Km 27, Aquiraz (CE)

Sobre o Instituto Diageo

O Instituto Diageo é uma entidade sem fins lucrativos que realiza ações nas áreas de educação, capacitação profissional, geração de renda e responsabilidade na relação entre sociedade e álcool. Entre as ações do instituto, lançado em abril de 2019, destacam-se três programas: Learning for Life, que capacita jovens de baixa para atuação como bartender; o Fala Sério!, que conscientiza sobre o não consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos de idade; e o Tecendo o Futuro, que promove geração de renda por meio do artesanato com palha de carnaúba e contribui para a ressocialização de internas do sistema penitenciário do Ceará.

Sobre a Diageo

A DIAGEO é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas, vinhos e cervejas. Essas marcas incluem SMIRNOFF, JOHNNIE WALKER, YPIÓCA, TANQUERAY, CÎROC, GUINNESS e BAILEYS, entre outras. A DIAGEO é uma empresa multinacional que opera em 180 países. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE). Para mais informações sobre a DIAGEO, seus funcionários, suas marcas e seu desempenho, visite www.Diageo.com. Saiba mais sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas em www.DrinkiQ.com.br.

Beba com Inteligência. Não compartilhe com menores de 18 anos.