Sonho de ser professor motiva estudantes a cursarem Pedagogia

Segundo levantamento do CIEE, valor da bolsa-auxílio fica em média nos R$ 751,51 na Grande São Paulo

Atualmente, em todo o Brasil, há pouco mais de 28 mil universitários de Pedagogia estagiando em creches, escolas e universidades. Na sala de aula, eles recebem conhecimento teórico e prático envolvendo métodos que compreendem principalmente a educação básica, determinante para a formação das crianças que estão começando a frequentar o ambiente escolar.

Ainda assim, a atuação do profissional de pedagogia vai além do ambiente escolar. Atualmente ele também encontra oportunidades no mundo corporativo, em empresas que necessitem de coordenação para treinamentos. Também há oportunidades no mercado editorial, na produção de conteúdo didático, além de organizações não-governamentais que prestem serviços na área de Educação e Assistência Social. Entre as características valorizadas pelas empresas estão a criatividade, curiosidade e empatia.

De acordo com levantamento do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, o valor da bolsa-auxílio recebida por desses estagiários varia, em média, de R$ 502,27 (valor médio pago na Região Norte) a R$ 751,51 (Grande São Paulo), para uma carga horária que pode ser de até seis horas diárias, conforme determinado pela legislação.

CIEE 55 anos – Transformando vidas, construindo futuros

Desde sua fundação, há 55 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de  200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltada à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

Acompanhe o CIEE pelas mídias sociais: Facebook,Instagram, Twitter, YouTube e Linkedin. www.ciee.org.br

5 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIEE
1 – É uma entidade de assistência social, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos e não tem qualquer vinculação com os governos, Sistema S (Sesi, Sesc, Senai) ou entidades de classe.2 – Promove o acesso e a integração ao mundo do trabalho a adolescentes e jovens por meio da oferta de programas de estágio e aprendizagem.3 – É uma entidade qualificada para ministrar os encontros de capacitação socioprofissional a aprendizes.4 – É mantida por contribuições de empresas e órgãos públicos parceiros nos programas ofertados. Nada é cobrado dos jovens e adolescentes beneficiados.5 – É dirigido com um conselho composto por educadores, profissionais liberais e empresários, todos voluntários.