Mitos e verdades sobre o consumo de ovos

Gema faz mal? Ovo tem muito colesterol? Posso comer ovo cru? A nutricionista Andressa Fontes e o médico veterinário Daniel Moraes tiram as dúvidas

O ovo é um alimento prático e faz parte da vida cotidiana do brasileiro. Cozido, frito ou em receitas leves, o ovo sempre está presente na mesa das famílias, mas ele é também vítima de alguns mitos. A nutricionista Andressa Fontes e o médico veterinário da Avine, Daniel Moreas, esclarecem algumas informações logo abaixo. Confira o que é mito e o que é verdade em relação ao consumo de ovos:

1) Gema de ovo não é saudável.

Mito. A gema é rica em colina (nutriente importante para o desenvolvimento cognitivo) e carotenóides (luteína e zeaxantina – compostos bioativos importantes para a visão, hidratação e também antioxidantes). Além disso, possui vitaminas A, D, E, biotina, ribaflavina e tiamina, minerais como zinco, selênio, cálcio, manganês e ferro.

2) O ovo é um alimento completo.

Verdade. O ovo é fonte de proteínas e gorduras do bem, rico nutricionalmente, uma fonte de proteína completa.

3) Consumo de ovos aumenta o colesterol.

Verdade, porém ele aumenta o HDL, conhecido como colesterol bom. Em estudos avaliados com diabéticos, avaliou-se que um ovo ao dia não conferiu malefícios. É importante ressaltar que o risco cardiovascular e metabólico está associado ao perfil de colesterol ruim, em especial triglicerídeo elevado e HDL baixo e não ao colesterol elevado.

4) Não devo lavar o ovo para ser armazenado, e não devo guardá-lo na porta da geladeira.

Verdade. A casca do ovo é porosa e quando lavamos retiramos a proteção natural, facilitando a entrada de microorganismos, em especial a salmonela. Lavar o ovo aumenta o risco de contaminação. Não é recomendado lavar e guardar, mas pode ser usado um pano úmido para retirar sujidades e consumir imediatamente. Outro ponto é que, ao abrir a geladeira, a temperatura varia em todo o seu interior e não apenas na porta. Então o ideal é que sejam guardados no local mais conveniente.

5) Comer ovo cru pode ser prejudicial à saúde

Verdade! Devido ao risco de contaminação por salmonela, que pode causar toxinfecção alimentar, inclusive em receitas caseiras de maionese e na massa de bolo (que leva ovo cru).

6) Ovo de granja tem muito hormônio, por isso não deve ser consumido?

Mito. Frango e ovos não têm hormônios, isso é LEI. Não há a ingestão ou inoculação de hormônios externos as aves. Todo hormônio presente no organismo da ave, ela produz por si só, como todo organismo animal e vegetal.  

7) Ovo é tudo igual?

Mito. O ovo branco e vermelho, por exemplo, vai variar a raça da galinha, essa diferença de raça pode interferir na cor da casca e da gema . O ovo de galinha caipira pode ser de qualquer raça, o que vai diferenciar é a forma como essa galinha vive, já que a galinha caipira é criada ao ar livre. O ovo de galinha caipira tem uma gema mais escura pois ele tem acesso a pastagem que deixa  gema mais escura e eles também podem ser orgânicos, ou seja, além dessa galinha ser criada solta a alimentação pode ser proveniente de alimentos orgânicos e não transgênico, o ovo pode ser caipira e orgânico ou ele pode ser só caipira.  

Sobre a Avine

A Avine é uma empresa cearense fundada em 1992 que se destaca pela qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Está entre as maiores e melhores produtoras de ovos do país, com uma  produção diária que ultrapassa 1.200.000 de ovo/dia. Em suas unidades, a empresa emprega a mais alta tecnologia em todas as fases de produção, classificação, processamento, embalagem e logística, alcançando elevados índices de automação.
 _MIX9344.jpg